RediGGE: Projeto prepara alunos para nota máxima na Redação

Conseguir passar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em outros vestibulares de faculdades públicas está cada vez mais difícil devido a concorrência. Para obter sucesso é preciso pontuar bem nas provas com peso importante para o curso desejado e também tirar uma nota alta em redação.

Para muitos estudantes escrever é um grande desafio, entretanto, com uma boa preparação é possível mostrar o conhecimento, a técnica e alcançar o resultado desejado.

Assim como nos principais vestibulares, o Enem utiliza alguns critérios para pontuar a redação. Alguns deles são: ter domínio da norma padrão, compreender a proposta de redação, conhecer bem a estrutura do texto argumentativo, entre outros. E para conseguir todo este conhecimento não existe segredo, tem que treinar bastante.

O Colégio GGE é conhecido em ter alunos se destacando no Enem e outros vestibulares, devido a suas altas notas em redação. Estes resultados são frutos de muita dedicação dos professores em ensinar as estratégias necessárias para que seus alunos, não só tirem uma boa nota em redação, mas aprendam a escrever em qualquer necessidade.

Um exemplo deste trabalho é o projeto RediGGE que existe há muitos anos no Colégio e, mesmo com aulas no regime remoto, foi adequado para que os alunos continuassem o aprendizado com qualidade.

O RediGGE, um concurso mensal de redações, movimenta bastante o Colégio e é conhecido por resultar em boas notas nas redações do Enem. Neste projeto, os alunos recebem dicas dos professores de como elaborar um bom texto e as melhores redações são premiadas, motivando os alunos à pratica da dissertação.

O ex-aluno, Pedro Fernandes Gusmão, ingressou no Colégio GGE ainda no Ensino Fundamental, e desde então começou a participar do RediGGE. Este ano, Pedro tirou nota máxima na redação do SSA3 e declara todo apoio que recebeu do Colégio.

“Para obter este resultado, eu pratiquei bastante. No primeiro semestre do ano passado, fiquei apreensivo por conta da pandemia e de como seria a minha rotina de estudos, mas esta preocupação logo passou, pois além das aulas normais e plantão de dúvidas, minha professora de redação sempre estava disponível e me sugeria vários temas, para que eu treinasse tudo que ela ensinava em sala de aula e dedicava um tempo para cada alunos, explicando os pontos que cada um precisava melhorar”, explicou Pedro Fernandes Gusmão, que foi classificado no curso de medicina da UPE.

A cada ano que passa, os estudantes estão mais qualificados e conseguindo obter notas melhores em redação. Este ano, foram mais de 3 milhões de inscritos no Enem e apenas 28 estudantes zeraram a redação. Um número animador para as estatísticas para educação, mas desafiador aos concorrentes, principalmente os cursos mais procurados.

É importante que o Colégio esteja sempre buscando alternativas para que seu aluno saia na frente. Por isso o projeto RediGGE é um grande sucesso, pois auxilia os alunos a dar continuidade e aprimorar o que é aprendido em sala de aula.

“Participei do projeto RediGGE, porque, além de conseguir buscar premiações com meus textos, eu colocava como meta a minha própria superação, acreditando que assim teria sucesso no vestibular. Uma grande importância deste projeto para mim, foi quantidade de temas abordados, pois não sabemos qual será o tema das redações dos vestibulares, mas por termos que estudar vários assuntos diferentes para participar no colégio, terminei sendo beneficiado por ter um conhecimento bem amplo. E no dia que saíram as notas, tive a certeza do que eu já imaginava, tirei 10 na redação. Agradeço muito aos professores que tive e vou levar este aprendizado para sempre”, concluiu o futuro estudante de medicina.

Notícias Relacionadas

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.