Dedicar um tempo às próprias necessidades e desejos é fundamental para ter uma vida saudável e equilibrada. O autocuidado é um hábito que traz benefícios a curto e longo prazo, como a melhora da autoestima e até a o autoconhecimento tão almejado. Mas com a chegada da pandemia e o ritmo acelerado de demandas que antes não eram comuns na rotina de muitas mães, como a modalidade home office de trabalho, esse momento exclusivo dedicado ao cuidado físico e emocional muitas vezes fica em segundo plano ou nem mesmo acontece.

Ouvir queixas de mães, sobrecarregadas com as tarefas de casa, do trabalho e cuidados com os filhos tem sido frequente nos últimos meses. Mais do que o habitual. Portanto, é tempo de refletir sobre a importância do autocuidado e encarar o comportamento, que valoriza a si mesma, como algo benéfico em todos os sentidos. Vale lembrar que uma mãe feliz e realizada, propaga o bem-estar também dentro de casa. E que fique claro: autocuidado não é egoísmo. Pelo contrário, é uma atitude de quem aprendeu a dar as prioridades certas, no momento adequado.

Para esclarecer melhor o tema e encorajar mães no desenvolvimento de uma rotina de autocuidado, Liliane Nascimento, psicóloga do Serviço de Orientação Educacional e Psicológica do Colégio GGE, o SOEP, gravou um podcast especial com dicas fáceis de serem colocadas em prática. “Permita-se ter uma rotina de autocuidado. Isso é um processo e nem sempre requer dinheiro ou estratégias complexas. Você pode começar por coisas simples“, sugere Liliane. Dê play abaixo e confira.