Lanche coletivo promove interação e saúde entre crianças

Poderíamos listar vários benefícios do lanche coletivo na escola. Desde a praticidade para pais, até a influência positiva entre crianças, já que alguns grupos de alimentos, como frutas, raízes, legumes e verduras, são comumente rejeitados pelos pequeninos da Educação Infantil. Entre as maiores dificuldades dos pais diante da seletividade alimentar dos filhos, está a falta de tempo na dedicação à introdução desses alimentos ou até mesmo a ausência do hábito dentro de casa.

Através do lanche coletivo na escola, alimentos saudáveis, e tantas vezes recusados, são introduzidos de forma criativa e bastante sutil.

O incentivo do lanche saudável acontece de forma espontânea. O interesse em experimentar o que o coleguinha ao lado está comendo e descobrir novos sabores é simplesmente contagiante”, afirma Renata Freire, nutricionista.

Tapioca com queijo, suco de tangerina e cubinhos de melancia foram oferecidos no lanche coletivo realizado pela Appetite Gourmet, empresa que produz refeições para todas as unidades do Colégio GGE. Cuidado e criatividade são palavras de ordem na Appetite que, para inovar nas opções diárias, regionaliza parte do seu cardápio. Já pensou em trocar salgadinho industrializado ou sanduíche com processados por salgados feitos com macaxeira e batata doce? Pizzas, empadas e coxinhas feitas com raízes são sucesso entre as crianças.

Lanche regionalizado tem criatividade e muito sabor. Dê play no vídeo e confira!

Como acontece o lanche coletivo na Educação Infantil?

De acordo com a sócia-diretora da Appetite Gourmet, Maria das Graças Dantas, a produção do lanche coletivo segue todo o protocolo de higiene para segurança e melhor conservação dos alimentos.

Montamos a opção do dia em embalagens descartáveis e individuais, preparadas para manter a integridade dos alimentos”, detalha.

A distribuição em sala de aula é feita pela cantina, com supervisão da professora, e de forma igual para todos os alunos.

Há casos em que precisamos realizar a troca de ingredientes por questão de intolerância ou alergia alimentar, mas todas as crianças continuam consumindo lanches bastante similares e o incentivo coletivo permanece”, ressalta Maria das Graças.

Entender a importância do lanche coletivo é o primeiro passo para garantir alimentação saudável dentro e fora de casa.

Notícias Relacionadas

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.