Dicas de lanches saudáveis para as férias escolares

Ter uma alimentação saudável é uma questão de hábito, que começa pelos pais. Toda criança tem nos pais os espelhos, inclusive nos hábitos alimentares. Introduzir alimentos balanceados e saudáveis na rotina deve ser uma prioridade. E isso inclui o período de férias escolares. Não é porque a ideia é curtir o tempo livre, que os pais devem relaxar com a alimentação. Pelo contrário! Esses momentos podem ser oportunidades de construir momentos divertidos na cozinha e ainda introduzir novos alimentos à rotina dos pequenos.

A dica é a produção de lanches rápidos, porém, saudáveis. “Um sanduíche com algum tipo de recheio que a criança possa ajudar a fazer. Um picolé de frutas que ajuda a amenizar o calor e as crianças amam ajudar na confecção… São coisas simples de preparar e que fazem a diferença para o período”, afirma a professora de Educação Nutricional do GGE e consultora de qualidade da rede Appetite (cantina interna das unidades do Colégio GGE), Renata Freire.

Vale lembrar que estamos no verão e este é um período rico em frutas. Que tal abusar delas? Melancia, manga, abacaxi, pera, pêssego e uva são apenas algumas opções que podem ser muito exploradas nesta época. “A melancia, por exemplo, é uma ótima opção para os pais que planejam uma ida a praia e não sabem o que levar para o lanche dos filhos. Essa é uma fruta que ajuda a hidratas, então, é uma ótima opção”, orienta.  E se a ideia for um lanche para uma tarde em casa, que tal juntar todas as frutas e fazer uma salada de frutas? É uma opção cheia de nutrientes e que as crianças adoram.

A tapioca, tão tradicional no Nordeste do Brasil, é outra opção rápida, prática e que pode contar com o auxílio das crianças na separação dos ingredientes. Vale lembrar que é possível recheá-la de diversas formas diferentes, incluindo recheios salgados (queijo, frango desfiado, carne moída, peito de peru, etc) e doces (doce de leite, chocolate, leite condensado, etc). É claro que, a opção pelo recheio doce deve ser sempre com moderação. Nada de exageros!

Outra dica para os pais que buscam opções de refeições para as férias é seguir priorizando os alimentos que vêm da terra (frutas, verduras e hortaliças), de oleaginosas e incluir fontes de proteínas em quantidade suficiente (leguminosas – feijões, proteínas de origem animal – como a carne, frango, peixe, ovo e laticínios). Os pais podem, inclusive, aproveitar que os filhos estão em casa para introduzir algum alimento novo na alimentação. E isso não quer dizer simplesmente oferecer. “Levá-los ao supermercado ou à feira para ajudar a escolher os ingredientes e mostrar o que é saudável já aguça a curiosidade sobre o alimento. É uma forma de atrair a criança”, diz Renata.

Só não vale se deixar levar pelas tentações que aparecem a todo o tempo nas prateleiras. Ter uma alimentação balanceada é uma questão de escolha e deve ser uma prioridade.

“Se os pais querem comprar algo pronto mas estão em dúvida eu sempre oriento: leia a composição que consta na embalagem. Se tiver algum item que você não vai encontrar com facilidade nas prateleiras, ou que você não sabe o que é, escolha outro. É aí onde está o maior perigo”, alerta Renata Freire.

Gostou? Então, dê uma olhada nos vídeos a seguir com dicas de preparo de lanches saudáveis para as férias de seus filhos:

Pão de queijo saudável

Picolé saudável

Notícias relacionadas:

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.