No dia 17 de abril, nossos alunos das Turmas Olímpicas foram premiados na Olimpíada Brasileira de Física (OBF 2018), em cerimônia realizada no auditório do Departamento de Física do Centro de Ciências Exatas e da Natureza  – CCEN, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O GGE conquistou o MELHOR resultado de Pernambuco, com 15 alunos premiados, incluindo 3 ouros, 4 pratas, 4 bronzes e 4 menções honrosas.

A OBF é um programa permanente da Sociedade Brasileira de Física (SBF), que conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), sendo destinado aos estudantes do 8° ano do Ensino Fundamental 2 ao 3° ano do Ensino Médio.

As provas são divididas em níveis (I, II e III), sendo o nível I voltado para os 8° e 9° anos, o nível II para os 1° e 2° anos do Ensino Médio e o nível III para o 3° ano. A Olimpíada é dividida em três fases: a primeira é realizada em todas escolas participantes, com questões de múltipla-escolha; a segunda fase é realizada nas sedes designadas pela coordenação estadual e é parcialmente dissertativa; já a terceira fase é realizada nas sedes designadas pela organização da OBF, sendo composta de uma prova experimental e uma teórica para os alunos do 9° ao 2° ano do Ensino Médio e somente de uma teórica para os alunos do 3° ano do Ensino Médio.

Após a premiação, pais e alunos compartilharam a emoção de conquistarem medalha em uma das olimpíadas mais difíceis do país. Segundo Cristiane Moura, mãe de Gabriel de Albuquerque Moura (3º ano ITA), “Quando um filho recebe uma premiação, ele supera até a nossa expectativa, é uma emoção indescritível. Eu não consigo nem expressar o que estou sentindo, só sei que é maravilhoso”. Cristiane falou ainda sobre a experiência de seu filho fazer parte das Turma Olímpica GGE: “Eu agradeço ao GGE por investir nessas olimpíadas, porque hoje eu vejo um Gabriel diferente do que ele era, porque a escola incentiva, ele se dedica e ele tem prazer em participar dessas competições. E quando logra êxito, então, a vontade dele participar aumenta ainda mais”.

Gabriel, que estava comemorando com sua mãe, compartilhou também a emoção em ganhar uma medalha na OBF 2018: “É muito gratificante, porque passei dois anos me esforçando muito para, finalmente, ganhar uma medalha. É muita felicidade”.

Taciana Paiva, mãe do Igor Paiva (2º ano ITA-IME), também falou sobre a Turma Olímpica GGE: “A experiência é muito boa, porque além do aprendizado, determinação e do foco, o apoio do GGE, da coordenação, é fundamental porque eles vivem momentos de muita tensão, eles se cobram muito, então, a parceria com o GGE nos dá uma tranquilidade porque a gente sabe que eles se preocupam com nossos filhos. Então, quem almeja ITA-IME e outros concursos, saiba que depende muito dos alunos, mas também o colégio é fundamental e o GGE é ímpar”.

“Fico muito orgulhoso em trazer essa premiação tanto para minha turma, como para o colégio. A gente tem uma equipe de professores que são fenomenais e que proporcionam esses momentos para a gente”, concluiu Igor Paiva (2º ano ITA) .

Confira a seguir as fotos dos nossos alunos premiados na OBF 2018:

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.