Ambiente escolar colorido estimula criatividade e curiosidade em crianças

O uso de cores fortes e vibrantes pode ser um diferencial no processo de aprendizagem da educação infantil.

* Foto tirada antes da pandemia da Covid-19

O ambiente escolar é um elemento central no dia a dia dos alunos. Por isso, é essencial que esses espaços estejam preparados para atender todas as necessidades desse público, tanto no que diz respeito ao conforto, quanto em relação ao uso de estratégias que ofereçam estímulos importantes para desempenhar todas as atividades planejadas. Um dos componentes fundamentais para fortalecer esses objetivos é o uso de cores adequadas, que dialoguem com a proposta de cada local.

De acordo com a Psicologia das Cores, vertente que estuda o impacto desses elementos na vida das pessoas, as demandas de decoração variam de acordo com o público a ser atendido. Para turmas de pré-vestibular, por exemplo, o ideal é investir em ambientes mais sóbrios, com cores neutras e poucas distrações, afim de incentivar o foco completo.

Para crianças, entretanto, a recomendação é apostar em salas de aula coloridas, já que o uso de cores fortes tem o potencial de aumentar a motivação, estimular a curiosidade, a criatividade e fortalecer a ligação emocional dos estudantes com a escola. A partir de elementos lúdicos, é possível até promover o desenvolvimento e o reconhecimento de itens como cores, letras e números e instigar os alunos a explorarem o lugar.

“As cores podem despertar emoções nas crianças, que vão desde acalmar até energizar. A cor aflora sentimentos e a Educação Infantil remete ao universo colorido, que impulsiona alegria, bem-estar e acolhimento, O GGE tem um olhar atento a essas demandas. Temos salas adesivadas, mobílias e decoração trazendo temas que estimulam a ludicidade, a criatividade e a aprendizagem de nossos alunos”, explica Bruna Melo, Coordenadora Formativa do Fundamental 1 do Colégio GGE.

Durante a Educação Infantil, as cores também podem ser utilizadas para explorar habilidades específicas, que facilitem o processo de aprendizagem e ampliem ainda mais a visão das crianças diante do mundo.

Benefícios dos ambientes coloridos na infância:

Trabalhar a concentração e coordenação dos olhos – Ao visualizar e aprender sobre as cores, as crianças são incentivadas a trabalhar os movimentos dos olhos e, em especial, os movimentos finos e focados. Além disso, promover dinâmicas para nomear as cores, por exemplo, pode ser uma forma de explorar a concentração.

Facilitar o processo de associação – Em ambientes coloridos, as crianças têm a possibilidade de compreender melhor o contexto em que vivem. A partir das cores que são visualizadas, é mais fácil que elas façam associações entre tons semelhantes, ligando o azul ao céu, o verde à grama e o amarelo ao sol, por exemplo.

Estimular o desenvolvimento fonético – Nesses ambientes, também é possível promover atividades para que as crianças sejam estimuladas a nomear as cores que visualizam, fortalecendo a expansão e consolidação do vocabulário e exercitando a dicção.

Fortalecer a imaginação – O uso de cores intensas e vibrantes também estimula a criatividade e fortalece a construção de cenários imaginários, incentivando a capacidade de imaginação, abstração e interpretação.

Criar ligação emocional – A presença de cores também está diretamente ligada às emoções. No caso das crianças, isso pode facilitar a fortalecer a conexão que elas estabelecem com a sala de aula, fortalecendo o sentimento de pertencimento.

Notícias Relacionadas

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.