A importância do sono no processo de aprendizagem

Crianças e os jovens que dormem mal, podem perder facilmente a atenção e a capacidade de absorver novos conteúdos.

Todos sabem que dormir bem é essencial para um bom desenvolvimento do corpo e da mente, pois auxilia o cérebro no processo de fixação dos aprendizados adquiridos. É importante ressaltar que a privação do sono pode resultar em irritação, dificuldade de concentração e falta de interesse nas atividades, tudo motivado pelo cansaço. Por isso, é necessário ficar atento à qualidade das noites de sono dos seus filhos e fazer o máximo para ajudá-los a manter um equilíbrio saudável.

Há um ano que estamos passando por um período complicado, devido a pandemia, e com medidas restritivas, como o isolamento social, as rotinas de todos modificaram, inclusive os horários de dormir e acordar, devido às aulas remotas.

A equipe do Serviço de Orientação Educacional e Psicológica (SOEP) do Colégio GGE, sempre auxiliou os alunos em descobrir qual a melhor forma de aprendizado durante as aulas, como também no planejamento das rotinas de estudos em casa.

“Com a chegada da pandemia, tivemos que adaptar toda a metodologia para atender nossos alunos de maneira presencial e remota. Tentamos construir a rotina de cada aluno de maneira personalizada, com o objetivo de montar um planejamento que os faça assimilar o aprendizado com qualidade e também ter as horas de descanso. É importante que eles entendam que o sono é essencial para manter o equilíbrio corporal e mental. Por isso, alertamos que eles precisam dormir nos horários certos, regularmente. Para fixar tudo que é ensinado, é necessária uma junção: prestar atenção nas horas certas e dormir nas horas certas também”, explicou Liliane Nascimento, uma das psicólogas do Serviço de Orientação Educacional e Psicológica (SOEP) do Colégio GGE.

Vale lembrar que a falta de sono pode prejudicar os estudos. As crianças e os jovens que dormem mal, por exemplo, perdem facilmente a atenção e pode afetar a capacidade de absorver novos conteúdos, pois é durante o sono que o aprendizado e o conhecimento são concretizados, melhorando diretamente a qualidade cognitiva.

“Sempre buscamos uma parceria com os pais e responsáveis, pois as crianças não entendem e precisam do comando para obedecer a seus horários. Já os jovens querem ficar assistindo televisão, mexendo no celular ou jogando videogame até tarde, podendo provocar ansiedade e causar insônia. Esses aparelhos precisam ser deixados de lado um bom tempo antes do horário de dormir, pois o impacto visual causado por eles atrapalha o processo natural do corpo de ir se desligando e preparando-se para repousar. Por isso é tão importante que os pais estipulem um horário reduzido para a utilização no horário noturno e imponha limites diários, para proporcionar uma boa qualidade de sono e aprendizado ao seu filho”, concluiu a psicóloga.

Notícias Relacionadas

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.