No dia 25 de outubro, nossa Mostra de Iniciação Científica (MIC 2018) foi destaque no portal NE10, com direito a entrevista com mãe, aluna e nossa gestão pedagógica. O evento foi a culminância de um projeto pedagógico bienal do GGE, que tem por objetivo estimular o interesse dos alunos pelo conhecimento científico e contempla o desenvolvimento de teses e projetos pelas turmas do Ensino Fundamental, seguindo a temática “O uso da tecnologia para o desenvolvimento humano”.

Segundo o depoimento de Caroline De Branco, mãe do Pedro do 2º ano do Fundamental 1, os estudantes tiveram todo apoio das professoras para produzirem os trabalhos durante todo o projeto, contando que ela também estudou o assunto para ajudar seu filho nas tarefas. Já nossa aluna Marcella Marrise, do 6º ano do Fundamental 2, contou que foi surpreendida pela MIC, pois achou que a experiência lhe serviu de inspiração para a escolha de sua futura profissão na medicina, tendo aprendido a cuidar da própria saúde.

A Mostra foi realizada no Centro de Convenções de Pernambuco e contou com stands em que os participantes exibiram seus projetos para a banca de professores avaliadores e seus familiares. Além disso, os visitantes tiveram a oportunidade de conferirem palestras e aproveitarem os espaços de convivência do evento, com direito a praça de alimentação.

Nossa gestora pedagógica da Educação Infantil e Ensino Fundamental 1, Anabelle Veloso, explicou para a equipe de reportagem como o tema principal da MIC é trabalhado com as turmas ao longo do ano letivo, através de atividades e de acordo com o conteúdo estudado em sala de aula. No segundo semestre, é intensificada a produção do trabalho que será apresentado no stand e preparada toda a apresentação oral que valerá nota.

Para finalizar, Anabelle relatou que estimular a produção científica é um papel da escola, sendo importante termos a consciência de que precisamos formar cidadãos que irão contribuir para a sociedade, procurando trabalhar em nossos alunos a ideia de que eles precisam evoluir como pessoas e pensar o que podem fazer para melhorar o país em que vivemos.

Confira a íntegra da matéria no portal NE10.

0 respostas

Deixe uma Resposta

Deseja deixar seu comentário?
Comente e participe! Sua opinião é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.